DECIFRA-ME OU DEVORO-TE

O que é um blog? Sabe, ainda não descobri por inteiro... Escrevo aqui quando estou inspirado, meio bêbado ou quando não estou fazendo nada... Tento ser sério e não falo nada útil... Tento ser engraçado, e acabo sendo sem-graça... É, acho que ainda tenho alguns problemas aqui... Mas, quem sabe a prática não ajude? O fato é que aqui falo muito de mim... Quase não falo de outras coisas, até porque, dentro do meu "egoísmo cotidiano", me sinto um tanto quanto deslocado... E quem sabe aqui, não consigo me decifrar melhor, entender o que acontece tanto no mundo real quanto no virtual? O que é um blog mesmo?

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

É natal!!! (feliz ano velho parte IV)

Ah, amigos...

Natal... Época de felicitações, de rever amigos, de estar com a família... E de um monte de coisa descartável, coisas que denotam quão sujo e perverso é o capitalismo...

Um grande amigo meu fez uma resenha perfeita do que é o natal (o que é e o que deveria ser), e minhas palavras não são tão bem redigidas quanto ele...

http://pensamentoslinhaseletras.blogspot.com/2008/12/natal.html

Uma leitura critica e muito bem feita da atual representação do natal...

Posso apenas dizer que estar com a família, mesmo estando ela um tanto quanto fragmentada, vale a pena pelo ano inteiro, por todos os problemas e stresses dos 359 dias do ano (ano bissexto), chegar no dia 24/12, olhar para todos e ter a sensação de dever cumprido, de estar em um lugar que te acolhe, e em que todos lhe querem bem... Sim, isso é natal!!!

Bom também a tranqüilidade de começar a planejar o ano que se avizinha... Pensar nas coisas a serem feitas, nas pessoas a quem posso me aproximar mais, no que podemos aproveitar a cada dia...

Um dia para aproveitar, e para refletir...

Beijomeliga

domingo, 21 de dezembro de 2008

Férias!!! (Feliz ano velho parte III)

Então...

Muita coisa aconteceu, muita cerveja rolou, e muito trabalho também... E o tempo, que já era curto para tudo, ficou ainda menor essa semana... Mas, finalmente, posso falar: estou de férias!!!
Sensação esquizita, pois não tenho exatamente nada pra fazer... Bom, nada é relativo. Tenho muita coisa que eu poderia fazer em casa, organizar as coisas, arrumar meu quarto, mas... Ah, estou de férias!!!
As duas últimas semanas foram punk's!!! Muito trabalho, mas muito trabalho mesmo!!! Diários são uma maldição da burocracia humana!!! E ficar fazendo trabalho dos outros é pior ainda!!! Só não aumento tanto as reclamações porque eu deixei uns diários ai de uns dois anos por fazer, e alguém (que não serei eu, claro) vai ter de dar conta disso tudo...
Mas houve tempo para me divertir, e "conhecer" pessoas interessantes. Digo "conhecer" porque eu já conhecia essas pessoas, mas pude passar um pouco mais de tempo com elas, conversar, trocar idéias, falar besteiras (uma das minhas maiores qualidades)... Algumas vezes acompanhado de cerveja, outras vezes, mais "tranqüilo"...
Essas duas semanas também foram boas para refletir: sobre este ano que está acabando, sobre tudo que aconteceu, as decisões certas e erradas tomadas e, acima de tudo, as grandes viradas que ocorreram na minha vide este ano. Ano doido esse... Também comecei a pensar e a elaborar o que posso fazer ano que vem. Um ano promissor, pois tudo estará mais organizado (se pá até o meu quarto também), mais estabilizado... E dai, sonhos mais altos poderão ser atingidos!
Ah, as férias... Viagens planejadas, descanso merecido (?), por conta dessas duas últimas semanas... Aos que tiverem intenção de me encontrar por ai nessas férias, tentem Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo, entre os dias 28/12 e 04/01... Depois, amigos... Um mapa na mesa, uma caneta para o alto e...

Beijomeliga

domingo, 14 de dezembro de 2008

Homem trabalhando

Senhoras e senhores...

A boemia me impossibilitou de postar com a "conhecida" freqüência... Mas não me impossibilitou de ter muita coisa pra contar...

Durante a semana, estarei colocando as informações em dia (podem apostar, é muita coisa pra falar, e esses diários estão me matando!!!)

Beijomeliga

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Saudade (Feliz ano velho parte II)

Saudade: Do latin solitate. Lembrança nostálgica e, ao mesmo tempo, suave, de pessoas ou coisas distantes ou extintas, acompanhada do desejo de tornar a vê-las ou possuí-las; nostalgia.

Hoje, trabalhando em um jogo de futebol, me peguei tendo a sensação acima descrita. Vendo um companheiro de longa data jogando, comecei a lembrar como era bom jogar ao lado dele, de como era fácil... Daí essa sensação nostálgica foi tomando conta de mim, e comecei a lembrar de várias coisas, tais como:

  • de como era bom ter uma vida tranqüila, sem complicações;
  • de trabalhar sem precisar pensar, e me divertir ao mesmo tempo;
  • de ter uma vida organizada, com hora pra comer, hora pra estudar, hora pra chegar em casa;
  • do futebol na rua ingreme aos finais de semana;
  • das curtas-viagens de moto com a rapaziada da Zona Leste;
  • de fazer das minhas loucuras para divertir os outros e não ter a sensação de ser um completo idiota;
  • dos meus amigos da faculdade, que aprontaram muito comigo, e que não os vejo a um bom tempo;
  • dos amigos de futebol, que tinhamos sempre treinos e jogos aos finais de semana;
  • do time da faculdade, bom dentro das quatro linhas e maravilhoso na mesa do bar;
  • do ano de 2005, que foi de putarias, títulos, dias maravilhosos (dentre eles, o dia 02/12 destaca-se para o resto da minha vida), aprendizados e de descoberta de vários e valiosos amigos;
  • dos amigos feitos pelas viagens a trabalho, que se dedicam a coisas extremamente diversas hoje em dia;
  • dos meus alunos do colégio CBR, no centro de SP, que vão ficar marcados para o resto da vida;
  • dos amigos espalhados pelo mundo, seja pela Europa, América ou África;
  • das baladas com meus companheiros de FFLCH, que ficará eterna no meu coração;
  • dos caras que moravam comigo no meu atual apartamento, e que sairam no início deste ano;
  • e de muitas outras coisas, das quais me recordei no caminho para casa, mas as lágrimas não me deixaram recordar ao sentar na frente do pc para escrever.

Todo fim de ano é assim, esse sentimento de saudade começa a tomar conta de mim, e fica uma sensação esquizita, um vazio, uma falta de perspectiva... Tomara que esta saudade seja saudável ao ponto de tornar este fim de ano nostálgico, porém sem tristeza... Mesmo com um ano tão maluco como este...

Ainda continua

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Song's

Esta semana está dedicada ao Pearl Jam, que será a única música aceita por aqui...

Uma pequena homenagem a melhor banda de rock do mundo, e ao melhor dia da minha vida, um dia mais do que especial, pelo que aconteceu, e pelas pessoas que estavam presentes.

GIVEN TO FLY

He could have tuned in, tuned in, but he tuned out
a bad time, nothing could save him
Alone in a corridor, waiting, locked out
he got up out of there, ran for hundreds of miles
He made it to the ocean
had a smoke in a tree
The wind rose up, set him down on his knee
Wave came crashing like a fist to the jaw,
Delivered him wings, "Hey, look at me now..."
Arms wide open with the sea as his floor
Oh, power oh...

He's flying! Woah!
Whole! Woah! Oh...

Floated back down 'cause he wanted to share
his key to the locks on the chains he saw everywhere
But first he was stripped, and then he was stabbed
by faceless men, well... He still stands.
And he still gives his love, he just gives it away
the love he recieves is the love that is saved
And sometimes is seen a strange spot in the sky
a human being that was given to fly

Flying! Woah...
Whole! Flying! Woah...
Flying Woah...
Oh Woah...

Curtas

Saiu a minha "remoção" para o ano que vem: EMEF Tenente Alípio Andrada Serpa, a mesma escola em que estive durante as tardes deste segundo semestre de 2008. Ano que vem, melhor organizado, definido... É, as coisas estão ficando melhor!!!

@@@

Depois de um início de semana conflituoso, as coisas foram mudando, apesar de tanto trabalho... A animação me fez pensar que precisamos fazer algo, mesmo que seja obrigado... Só assim para não cair no marasmo!!!

@@@

Ah, Pearl Jam, quantos momentos maravilhosos!!! Estava meio ausente, mas já estou de volta, a ouvir, e ouvir, e ouvir... Not for you agora, apenas para lembrar uma das que não tocaram no show... Mas que foi cantada após o estado de nirvana...

@@@

Está chegando a hora... O hexa, o tri seguido... Caceta, vamo tricolor!!!
Ruim ver de longe, e ainda com (mínimas) chances de perder o título... Mas a torcida será como sempre, quietinho, em casa, nervoso... Mas regrado aquela cervejinha...

@@@

Ajudar os amigos é sempre bom. Ainda mais quando você lembra que foi ajudado por um amigo, e está repassando para outros os "ensinamentos" conquistados em uma oportunidade anterior. Entendam ou não, saibam que estarei sempre aqui, no apoio... Certo?!

@@@

O rítmo já está de fim de ano... Muita coisa ainda por fazer, e pensar, mas os planos de viagens de fim de ano já me "atormentam" bastante... Pena que ainda não tem local definido... Mas isso será resolvido o quanto antes, graças ao meu internationas card of albergue e meu novo emprego... Vamo simbora!!!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

02/12/2005

02/12/2005... Um dia perfeito!!!
Preparação, motivação... Neste dia, o maior sonho da minha vida foi realizado: show do Pearl Jam, a minha banda preferida...
A companhia perfeita, a preparação perfeita, o clima perfeito... As músicas perfeitas!!! As lágrimas e o estado de Nirvana foram as melhores coisas que poderiam me acontecer... Pena que o show, a cada ano que passa, vai sumindo da minha cabeça... Apenas fica a certeza de que a felicidade sentida neste dia é pouco provável de ser repetida na vida...

02/12/2008... Lembranças...
Um dia como outro qualquer, com trabalho, crianças gritando, diários a serem feitos, provas a serem corrigidas... Tentando me reanimar, pois o dia anterior havia sido reservado ao desânimo... Alguma coisa martelava na minha cabeça, tinha que fazer alguma coisa diferente, este dia não deveria ser como um outro qualquer...
De repente, um estalo: o dia do show!!! Pois é, a noite deveria ser regrada a álcool e muito Pearl Jam na veia!!! Foi tanto que eu dormi com o Pearl Jam estalando no ouvido!!! Mas, puxa... Não me lembro muito bem...

Sou grato por poder ter vivido este dia, e por tudo o que aconteceu após o dia do show, mesmo com a sensação de nada ter sido tão perfeito... Um grande abraço ao sr. David Campbell Mathieson, meu grande parceiro e fiel escudeiro neste dia... Que seja eterno enquanto dure!!!

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Feliz ano velho parte 1 - introdução

Me pego várias vezes pensando no que foi esse ano... Começou maluco, várias coisas acontecendo... Uma das passagens mais malucas da minha vida, na paulista, com amigos da ex-faculdade... Prova da fuvest, nova faculdade... Escolas, mudanças, coisas que não aconteciam, coisas que aconteciam demais...
Esse ano foi muito estranho, muita coisa aconteceu de esquisito... Muitas férias, muitos amigos novos, muitas coisas... Mas ao mesmo tempo, muita coisa deixou de acontecer: muito futebol deixou de acontecer, muitas coisas foram deixadas de lado por conta de um sonho... A vida social quase inexistiu decentemente...
Escrever um "balanço" sobre este ano que está acabando é algo bem complexo, pois foram vários anos em um só, acontecimentos completamente diversos... 2008 não foi um ano por si só, foi um caleidoscópio de fatos, pessoas, pensamentos, ações multiplas...
É bom começar a pensar no que aconteceu, mas procurar organizar melhor o que vai acontecer ano que vem, pois não dá pra ficar assim, a esmo, sem saber quais as propostas, quais os objetivos do próximo ano... Pois bem, que as próximas partes sejam melhores que esta introdução maluca e sem nexo.

Falta (!!)

Este final de semana, não teve música, não teve pensamentos curtinhos...

A sensação de folga foi tão grande, que nem vontade de estar aqui teve... O sábado foi vazio, mas o domingo, amigo!!!

Já a segunda, foi reservada para o início das férias da faculdade... Um início de férias estranho, com provas bizarras, apresentação de seminário no qual eu não fazia idéia do que estava falando... Ruim ficar de férias na faculdade, e "ter" de trabalhar até o dia 19/12... Falta... Falta umas férias de verdade...

E, por fim, falta... Falta um lugar bacana pra ir no fim do ano!!! Falta estar com pessoas legais, com quem eu consiga interagir decentemente, falta ter dias nos quais eu me satisfaça realmente com o que aconteça no dia... Falta diversão de verdade!!!

Falta (!)

Muita estranheza no meu dia-a-dia. A volta do BIFFE me fez ficar estranho, me sentir estranho. Os dias estão sendo estranhos. Alguma coisa está acontecendo... Ou melhor, não acontecendo. Falta vontade de muita coisa. Falta vontade de trabalhar, falta vontade de estudar, falta vontade de escrever, falta de vontade de ouvir música... Está faltando muita vontade, e os dias estão se arrastando, com horas que não passam... O que está me salvando são as faltas, principalmente no trabalho. E algumas coisas na área do esporte, que estão me fazendo ocupar meu tempo...

Este final de semana, até trampos no esporte me encheram o saco: apitar jogos foram o maior tormento no sábado... Preferível ficar em casa, sem fazer nada!!! Ainda bem que vem o domingo, e a Adidas sempre vem me salvar, com eventos fáceis, e que sempre rola um bom dinheiro...
Domingo + sol + CT do Palmeiras + Parque Antártica = Evento da Adidas tranquilíssimo para fazer... Mas o melhor foi ter feito tudo isso, e ainda ter saido correndo do Palestra, para poder chegar em tempo no jogo do SPFC. O título brasileiro não veio, mas foi bonito ver o Morumbi lotado... E foi divertido a overdose de futebol...
Pena que existe a segunda, e que as obrigações voltam a tona... Lembrar que existem provas, trabalho, horários a serem cumpridos... Que puxa!!!

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

A quem possa interessar

Eu te nomeei rainha.
Existem mais altas que tu, mais altas.
Mais puras do que tu, mais puras.
Mais belas do que tu, mais belas.

Mas tu és a rainha.

Quando vais pelas ruas
ninguém te reconhece.
Ninguém vê a coroa de cristal, ninguém vê
o tapete de ouro vermelho
que pisas por onde passas,
o tapete que não existe.

E apenas apareces
cantam todos os rios
em meu corpo, as campanas
estremecem o céu,
e um hino enche o mundo.

Somente tu e eu,
somente tu e eu, amor meu,
o escutamos.


Ah, Pablo Neruda... Você é o cara!!!

Imagens

Poderiam ser mais, porém faltou tempo e vontade...



Por que trabalhar, e não aproveitar tão bem momentos como esse?

Beijomeliga...

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Escritos d'além mar...

Poderia escrever muitas coisas destes dias, mas recebi um e-mail que traduz tudo... Os erros de português não são meus (hehehehehe)...

Amigos companheiros

Venho por meio desta... parabenizar a todos que se esforçaram no BIFFE e ralaram a bundinha branca pra em nome da FFLCH ( ou até a bundinhas da zona leste) Esse foi primeiro BIFFE que perdi nos muitos anos nesta gloriosa faculdade... teve o de SS mas esse nao conta foi o pior de todos e rompi p ligamento do tornoselm enfin...

Aviso aos sem paciencia que este email sera longo face à lacuna de comunicaçao aberta pelo tempo e a distância, mas como costume bem escrito e cheio de saudosismo.

Pra começar digo aos amigos que amo e que tanta falta me fazem, uma pequena digressao sobre minha noite de sabado no BIFFE, e digo no BIFFE pq estava aqui ma sestava la certamente, no intuito de preencher o tempo pra nao pensar no BIFFE o que me doia muito resolvemos fazer do sabado a balada sem fim, fazer um biffinho à francesa... segue (Ps. Estou citando a mlim mesmo):

"...So quero aproveitar o momento pra dizer que adora adizer que no começo do ano pra tentar me enganar que "BIFFE sem jardel nao ia ser tao legal" me enganei duplemente rs rs parece ter sido co caralho como de costume e principalmente JARDEL sem BIFFE e sem vc amigos nao é mesma coisa definitivamente. ...

Foi um final se semana triste pra mim aqui longe um dos mais trsite, até nevou pra vcs terem um ideia....

no sabado pior dia fui pra duas festas um soirree na casa de uma amigas itaianas sai de la as 3 pra ir pra outra muito longe (padrao lyon) cheguei as 4 fui embora as seis e meia ainda chegando um arabe maluco e gente finissima q tava com a gente chamou eu e o alex pra fumar um, mas o problema é q nao tinha um, mal tinha meio, começa q nao era maconha era hachichi (nao sei escrever isso) e como aqui eles misturam com tabaco fica horrivel, mas fato é que nao tinha tabaco e ele colcou um tempero la q tinah na cozinha... sei q foi asecendeu o treco e quase queimou o beiço.... alem povoar o quarto com cheiro de tempero.... e pra finalizar comemos tres paes com queijo e fomos pra casa as 8 e 30 e isso pra vcs terem uma ideia do tamanho da saudade, tentamos reproduzir aqui se nao um BIFFE mas stake pelo menos, nao chegamos nem perto.... saudades de todos e aos amigos que sabe quem sao. Amo-os"

Pois eh foi isso acabou sendo bastante legal na medida do possivel.

Quero dizer a todos os novatos para aproveitarem a oportunidade de partilharem o mesmo espaço que entre outros: Charles, Brunao, Vampeta, Mariao (embora esteja puto com esse portugues q simplesmente passou a me considera inimigo nao sei pq mas ainda o amo) Odilon, Joazinho, Helder, Judeu, Luis, Alex, Zé Ursinho,Carlao, Rapadura entre tantos outros nao citados nominalmente mas que constituem pra mim muito mais que um gurpo de amigos mas um referencial de carater, inteligencia, amizade, companheirismo e ate moral (odilon).

Sem vcs, e estes tantos que foram chegando e mantendo o padrao de qualidade et sao tantos e tamanha a qualidade q é bobeira citar nomes, obrigado a todos vcs e sinto sinceramente muita falta.

Nao tenho divudas que aprendi mais com todos vcs no bar do que na faculdade ( pelo menos um pouco do q é realmente preciso)

Saudades mesmo

Quanto ao BIFFE tenho q comentar algumas coisas... serao opnioes estruturadas nas pouquissima informaçoes que temos por aqui.

FUTSAL - Parabens time pelo empenho (po betinho pq nao posso voltar tb) aos novatos e veteramos... mas ainda acredito como quando sai dai q o time precisa ganhar...Ao bixo ( bixo do futsal pelo menos) que queria bater no mato grosso... FILHO... muita calma nessa hora... como diria o pop star... é muito amadorismo.. . alem vc ligar pra torcida vc vai ligar pro mato grosso, ninguem te disse nada sobre isso( ele é o novo vitao)... aos outros amigos q tb reprovaral a atitude do mato.... segundo eu sei ele estava na torcida e nao gosta da ju como tecnica faz tempo... ele pode levar uma faixa sim... tem todo o direito assil como qualuer um de vcs poderia leval uma pro campo e pedir fora mato-groso q faaaase... vcs acham q estao no profissional ou algo assim?? e ate la isso rola... nao vejo problema...quanto a ju... gosto bastante dela pessoalmente, ali no trabalho no dia a dia ela é bastante carismatica, mas os resultados ( e ja houve tempo suficiente) nao vieram e a cobrança é normal... e pra muitos justa.... mas se decidirem pela permanencia a seja... mas se nao guente bebe leite... futebol é assim , fflch é assim.... e eu particularmente ia adorar se tivesse uma faixa fora jardel...ia ser bem legal rs rs mas é so minha opniao...... ..E AH JA IA ME ESQUECENDO nao vi um lance mas tenho certeza q o luquinhas é craque... lembro quando insisiti quase obriguei ele a ir no ultimo BIFFE ele perguntava se tinha lugar pra lavar a lente.... me sinto parte dessa historia de luquinhas e FFLCH q ta so começando... deixa ele se acertar mais no campo....

FUTEBOL - Q faaaaaaase Sem Jardel nao adianta mesmo né.....fiquei sabendo q o pastor perdeu um gol cara a cara.... q faaaaaase pastor.... por isso q quando eu to ai eu jogo... pastor é preciso mais q futebom é preciso carisma e sorte rs rs r srs ruim demais ta lokonossa mato de zagueiro.... q faseQ acontence q o time nao ganha de ninguem....Parabens pelo vice mas nao ganhar do IME é um sinal de alerta

INDIVIDUAIS

LUIS - Saudades mano nem fui as vc no biffe e essa varzea de fuvest virou rs r s??????CHARLAO - manda um relato seu do BIFFE...por favor... saudades das sua historias... pega o dinheiro do Santander e vem pra ca po????
BRUNAO - Obrigado por tudo sempre... nem preciso dizer vc é o cara.. vem logo pra caralho para de ser sovina... eu te pago os 150 q te devo ( queira um relato seu tb)
MATO - GROSSO - Vc é meu idolo agora se soltasse o porco entao.... curti muito a ideia da faixa... vc é nova voz da alegria na FFLCH, o nosso vampeta ( nao o manco) ou melhor o nosso vitao.... (relato seu tb)
JUDEU - Vc é o cara mulek... voto daqui pra JUDEU de tecnico o unico com ousadia de colocar nao se importando com detalhes ridiculos do futebol como qualidade tecbica e fisica e o melhor de tudo funcionando as vezes.....R. S.RS SAUDADES pra caralho boa sorte nos projetos todos vc é um batalhador e merece cada conquista... ; mas caralho é o milhonesimo jogo de despedida... isso mesmo nao se despede nao.....

Tem milhoes de coisas a dizer da europa sobre todas as coisas que conversamos antes, diferenças e tudo mais mas vou guardar pela esperada mesa de bar... eu ja falo puco...mesmo. . mas faço questao de contar tudo pessoamente rir e beber com vcs.....

Mas so uma coisa pra refletirem.. .. ouçam o charlao.... é muito bom estar aqui e ao mesmo tempo é muito foda... especiamente aos domingos...e como estar preso e nao ter visita.... tudo bem q da pra pegar um trem e em duas horas estar em Paris.... mas o gostoso viajar... é o percurso... chegar nao é tao bom... chegar no sentido amplo da palavra... fixar-se num lugar, ou melho nao-lugar.

Abraços a todos

saudades

Ps1.aos que puderem venham pra ca pra ferias é perfeio velho... casa ja tem pelo menos em lyon
Ps2. a neve é bonita mesmo
Ps3 é muito logo ja joguei winning eleven e fifa anima 400 euros quem quiser é so pedir

Jardexilado

O resto é besteira...

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Mais uma dose? É claro que eu tô a fim...

Pois é amigos de terras brasilianas e de d'além mar... Cá estamos nós, nos preparativos para mais um campeonato inter faculdades, onde teremos jogos, bebidas, festas...
Bom, dizer que este é mais um campeonato é cometer um dos maiores pecados da vida!!! Pois este campeonato é o mais esperado por todas as pessoas envolvidas no meio universitário, o melhor organizado, o mais disputado, o mais elegante... É o BIFFE!!!
Dizem que é uma segunda divisão da USP... Chorem, meros mortais, pois o inter que seria a primeira divisão é chato, não tem nem um pouco do charme do BIFFE, da integração entre as faculdades... O inter de vocês tem churruas?! O BIFFE tem!!!
Impossível ficar impassível a um evento tão especial como este, que faz com que você (no caso, eu) se prepare o ano inteiro para estar no inter, jogando, curtindo, torcendo... Pois é, hoje, segunda-feira, a contagem regressiva vai chegando ao fim... Nesta quarta, dia 19, a viagem, e dia 20, quinta, estaremos como nos jogos olímpicos: "Que se iniciem os jogos!!!"
Sei lá se eu terei condições de atualizar aqui tudo o que acontecer em cada dia do BIFFE, mas com certeza muitas histórias e imagens terão para a semana seguinte do inter ser recheada de post's os mais malucos possíveis...
Ai ai ai ai, tá chegando a hora... Mais um (já foram 6, este será o 7º) para a lista...

sábado, 15 de novembro de 2008

Gênio, genial, geniosidade

Este meu "retiro espiritual" está me servindo para algumas reflexões fúteis, e outras nem tanto...

Como não podia faltar, em tempos que fico muito tempo sem poder fazer nada (ou até por falta de vontade mesmo...), acabo indo direto para o youtube... Sempre ver alguns vídeo-clipes, ou alguns lances saudosos do bom e velho futebol (algo parecido com o que se pratica em todo o planeta em campos do dito esporte).

Pois bem, me parei, como sempre, vislumbrando lances da grandiosa carreira de um dos maiores craques que eu vi jogar: Zinedine Zidane. Um cara frio, mas de uma imensa categoria, uma genialidade incomparável! E minha reflexão se dá neste conceito: genialidade.

Como podemos definir o que é/ser genial? Todos nós podemos ser geniais? Ou este campo está restrito a semi-deuses e deuses, não só do esporte, como no meu exemplo, mas na literatura, na música, nas artes em geral, nas ciências, enfim...

Pois bem, para mim, a genialidade está acima de nós, meros mortais! Podemos ter alguns lampejos de genialidade, mas estes breves "momentos" não passam de um ponto em nossa "mediocridade". A genialidade está restrita a poucas pessoas, diferentes em sua essência, em seu modo de ver a vida, e solucionar seus problemas. Peguemos o exemplo de Zidane. Por que simplesmente tocar a bola de lado? O futebol não é tal qual uma arte, não serve para a diversão do povo? Pois então, por que não diverti-lo?

Zidane foi craque em todos os aspectos que podemos pensar. Jogador cerebral, de dribles desconcertantes, líder pelo seu futebol clássico e majestoso, realizador de gols fantásticos, e de momentos que só uma pessoa diferente poderia ser capaz de fazer (ou não foi genial a cabeçada dele no zagueiro italiano Materazzi na final da copa de 2006?). Ver imagens de sua carreira é ver que é possível ser gênio sim, mas só se você já nasce com este dom.

Partindo deste exemplo, pensem nos grandes gênios da vida de cada um: Pablo Picasso, Albert Ainstein, Maradona, Pelé, Dalai Lama, Mahatma Gandhi, Ernesto "Che" Guevara, Hannah Arendt, entre outros. Eles não pensam como nós... Eles estão acima da mediocridade reinante no mundo. Eles são diferentes, porque eles sempre querem e buscam o melhor, em qualquer coisa que façam, em qualquer coisa que acreditam. E suas ações não ficam restritas a meros "lampejos".

Músicas nervosas (ou não) para pessoas calmas (ou não)...

Fala pessoal (que pessoal, ninguém vê essa bosta... hahahahahahah)

Bom, mais um final de semana, mais "nada pra fazer", é sempre bom começarmos com uma música pra balançar o esqueleto (mesmo que o fim de semana de muita gente comece na quinta, já balançando muito o esqueleto), pra refletir, pra viajar um pouco...

A música de hoje vai em homenagem a muitos amigos que estão longe. Longe por circunstâncias da vida, longe geográficamente, longe nas idéias... Ou distantes por minha causa, sabe como é, muito trabalho (rsrsrs), muitas coisas a fazer (???)...

MEUS BONS AMIGOS

Meus bons amigos, onde estão
Notícias de todos quero saber
Cada um fez sua vida de forma diferente
Às vezes me pergunto: Malditos ou inocentes?
Nossos sonhos, realidades
Todas as vertigens, crueldades
Sobre nossos ombros aprendemos a carregar
Toda a vontade que faz vingar

No bem que fez prá mim
Assim, assim, me fez feliz, assim

O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo e imperfeito
Meus bons amigos, onde estão
Notícias de todos quero saber
Sobre nossos ombros aprendemos a carregar
Toda a vontade que faz vingar

No bem que fez prá mim
Assim, assim, me fez feliz, assim

O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo e imperfeito

O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo e imperfeito

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Curtas

Hoje tirei dois dentes do siso... Isso dói pra cacete!!! Alguns dias de molho, tentar estudar, um pouco de vício da internet... Bom, será perceptível pelos post's aqui...

####

Estou ficando maluco por fotos!!! Estou tirando um monte de fotos, de um monte de coisas!!! Algumas publicáveis, outras nem tanto... Acho que esse desespero se deve pelo tempo sem uma máquina boa em meu poder...

####

Um amigo meu (melhor dizendo: um irmão meu) está na Europa. França, para ser mais preciso. Ele, mas um outro grande amigo e uma outra amiga da ex-eterna faculdade, estão lá para um ano de intercâmbio, e esse amigo está aproveitando para conhecer a Europa (quase) toda!!! E me bate uma inveja... Mas não a inveja ruim, que destrói, mas aquela boa, do tipo: "putz, eu poderia estar lá, tirando essas fotos, saindo em algumas"...

####

Ainda sobre esse amigo, ficamos todos aqui imaginando os passeios, as viagens, e tudo o que ele está fazendo por lá... E a falta que ele está fazendo por aqui... Mas imaginem ele, em um lugar completamente diferente da sua pátria mãe, com um monte de gente estranha, distante dos amigos, com um clima completamente diferente, comidas diferentes, relações pessoais diferentes... Difícil segurar a saudade, a vontade de voltar... Só lembrando toda a caminhada pra chegar no "velho mundo" para se manter firme e forte!!! Continua assim, rapá, tua torcida aqui é grande!!!

####

Tá chegando!!! Dia 19/11, uma carona, várias estradas, mais um inter... Mas esse é especial: é o BIFFE!!! Bio, Ime, FFLCH, Fau, Eca, Vet, Geo, Física, Química e Psico, todas faculdades da USP... Já são 7 anos seguidos, mas sempre dá um frio na barriga a cada campeonato... E dessa vez, não será diferente!!! O desafio: Voltar a ser campeão da modalidade futebol como jogador (fui vice em 2002, campeão em 2005 - ambos como jogador - vice em 2006 e campeão em 2007 - esses dois como técnico), e tentar ajudar minha eterna FFLCH ser tri-campeão geral da competição!!! Vamos lá, menos de uma semana...

@@@@ Até a próxima...

Canalha

Caros

Muitas coisas acontecendo, muito trabalho a fazer (e sendo "enrolado", com sucessos e insucessos), muitos dias ainda para "contar"...
Mas no meio desse turbilhão de coisas, li um livro, na espera da limpeza da diarista... Devorei uma coletânia de contos de caras como Ruy Castro, Carlos Heitor Cony, Aldir Blanc, entre outros, chamada Meu querido Canalha. Bem a propósito para minha pessoa e minhas ações no dia-a-dia... E a esta leitura, tão rara em minha vida, dedico um trecho totalmente sexista, mas que me merece uma citação pela construção feita:

"Permitam-me uma digressão. Colocando tudo na ponta do lápis, todos os gastos que uma mulher tem que fazer para continuar gostosa: as roupas, os cremes de beleza, a depilação, a nutricionista, a academia, o escambau, isso sem contar as despesas regulamentares com moradia, alimentação, o cinema, a pizza. Se somar tudo isso, qualquer um conclui espantado que, com a mesma grana, ou menos até, se pode contratar a puta mais cara da cidade uma vez por semana. A puta que faz oral, anal, chupeta e nunca tem dor de cabeça nem dorme no emprego. Fim da digressão."

O homem é um ser iluminado...

domingo, 9 de novembro de 2008

Músicas calmas for people...

Senhoras e senhores... O amor é uma coisa linda... Seja pelo que for: pela vida, pelas mulheres, pelo trabalho (impossível!!!)... O importante é amar!!! E é por isso que eu dedico a vocês a:

BALADA DO AMOR INABALÁVEL

Eu levo essa canção de amor dançante pra você lembrar de mim, seu coração lembrar de mim
na confusão do dia-a-dia no sufoco de uma dúvida,
na dor de qualquer coisa
É só tocar essa balada de swing inabalável que é o oásis do amor
Eu vou dizendo na sequência bem clichê
eu preciso de você

Pa-nan-nan...

E forca antiga do espírito virando convivência de amizade apaixonada
Sonho, sexo, paixão
Vontade gêmea de ficar e não pensar em nada
Planejando pra fazer acontecer ou simplesmente refinando essa amizade
Eu vou dizendo na sequência bem clichê
eu preciso de você

Pa-nan-nan...

Mesmo que a gente se separe por uns tempos ou quando você quiser lembrar de mim
Toque a balada do amor inabalável
swing de amor nesse planeta
Mesmo que a gente se separe por uns tempos ou quando você quiser lembrar de mim
Toque a balada seja antes ou depois,
eterna Love Song de nós dois

Leva essa canção de amor dançante pra você lembrar de mim, seu coração lembrar de mim
Na confusão do dia-a-dia no sufoco de uma dúvida,
Na dor de qualquer coisa

Pa-nan-nan...

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Nada a declarar

Sabe aquela sensação de que você quer falar um monte de coisas, mas não vem nada na cabeça? Pois é, estou me sentindo assim... Vitória do Barak Obama para presidência dos EUA, rodada decisiva do Campeonato Brasileiro, sexta-feira... E não é que São Pedro conseguiu estragar meu humor!!!

Tudo certo para uma sexta de "sessão descarrego" do stress acumulado da semana, quando não mais que de repente, ao sair da última escola em que dei aula, começo a sentir as primeiras gotas... Esta cidade não perdoa!!!

Bom, o resto vocês já imaginam: chuva pelo resto da noite, tudo o que estava programado desaba como as águas de março... Enfim, nada mais a declarar...

O jeito é ficar aqui, com a telinha ligada, fuçando e esperando alguém na mesma situação para terminar uma melancólica noite de chuva em SP...

Beijo, me liga (ou tecla, né)

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Chove chuva, chove sem parar

São Paulo é assim... Mar de casas, chuva...



Carros ou jet ski's? Peça pelo número!



Pra que andar no transito? Acostume-se




Olha a chuva!!! E não é mentira... Possibilidades de ondas de 0,5 metro...


Todo mundo já se acostumou


Pena que não deu pra pegar a chuva que deixou São Paulo no já conhecido caos urbano... Estava fazendo prova, e tirar a câmera no meio da sala iria soar um tanto quanto estranho...

Pro meu fogo acender


Ainda sob influência do bom Zeca Baleiro, minha semana foi passando, porém cada vez mais stressante... Minha vontade essa semana foi de estrangular cada pirralho que aparecia na minha frente!!! Como demorou essa semana a passar... Mesmo sendo ela "menor" - ah, as morcegadas.

Esta semana está sendo dura, pois percebo o quanto o dinheiro pode trazer felicidade, mas o quão difícil é conquistá-lo... Agüentar essa molecada é dose de leão, e por mais que eu tente, não consigo ter atenção, não consigo nem 5% dos alunos captando algo... E sinto-me a 30% ou menos de minhas capacidades como professor...

Porém, nada está perdido... Desde sexta-feira da semana passada, minha semana hevia se tornado uma grande esbórnia, sempre terminando com minha cama girando... Muitas coisas foram pensadas e realizadas, muitas risadas dadas... E alguns pequenos projetos começaram a tomar forma. Fora uma novidade já anunciada!

Nesta semana, adquiri uma maquina digital. Uma coisa que há tempos queria fazer, ter como registrar algumas coisas do dia-a-dia não só em palavras (imagens falam muitas coisas). Pois é, uma camêra na mão e inúmeras idéias na cabeça... Podem achar estranho o quanto quiserem, não tô nem ai!!! Quero me divertir e conhecer coisas novas, rever alguns conceitos (acho que me sinto maduro o bastante para tentar arriscar algumas mudanças que não interfiram no que sou na minha essência).

Além disso, tudo certo para as férias de fim de ano e início do ano que vem: mochila nas costas, dedo polegar para o alto, vacinas tomadas, e um destino: Fórum Social Mundial, em Bélem (sim, a terra que Jesus nasceu). Se possível, conhecendo um pouco do Brasil, com muito "perrengue"... Vamos aproveitar que o momento permite, que amigos são tão loucos quanto a idéia... E só me preparando para o meio do ano, para minha estréia internacional... Bom, esse é um assunto para uma outra hora...

Beijo, me liga.

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Deixou chegar...

Eh, amigos...

Já diziam meus grandes amigos da FFLCH-USP: Deixou chegar, eles são milongueiros...

Domingo, dia de finados. Só pra variar um pouco, chuva... Final eletrizante da Fórmula 1, na qual Felipe Massa cruza a linha de chegada como campeão mundial, mas alguns segundos depois, na última curva feita por Lewis Hamilton, o título mundial escapa das mãos do brasileiro!!! Como assim?!

Bom, o jeito era partir rumo ao Morumbi, para ver o meu tricolaço jogar pela primeira vez ao vivo este ano (muito complicado esse ano, viu). Muita chuva, mas nada que desanimasse nosso ímpeto (certo que muitas cervejas também ajudaram). E foi muito bom pois tivemos uma boa galera indo junta ao estádio: homens, mulheres e crianças, de diversas raças, posições ideológicas...

Com todo mundo chegando aos poucos, 30 minutos antes de começar o jogo nós fomos adentrando ao estádio (nós: eu e mais umas 8 ou nove pessoas, eu já tava má o meno), e a emoção começava a nos deixar malucos!!! Era o dia de assumir a liderança do brasileirão 2008!!!

Começo nervoso de jogo, com o Inter em cima, e mordendo cada posse de bola do São Paulo, mas logo eu e Luis, maior lateral esquerdo da USP (quiçá do mundo) tratamos de relaxar... A ordem do dia era se divertir!!! E aos poucos o São Paulo foi entrando no ritmo, dominando o jogo, controlando, e metendo gol. A cada gol, o bandeirão da torcida passava sobre nós, trazendo uma "chuva artificial"... E os 3x0 serviu para lavar nossas almas, e nos colocar na liderança do campeonato, para não largarmos mais!!!

É, amigos... Deixou o tricolor chegar... Agora aguenta!!!

domingo, 2 de novembro de 2008

Músicas calmas para pessoas nervosas (ou mais calminhas, depende do eu, do ser...)

Com um assessor especial para a cultura, fica fácil ter acesso a uma vida com mais alegria, com mais... Cultura!Esta seção neste final de semana são de músicas já ouvidas, e que renderam uma viagem interessante a Osasco em busca de um show DE GRAÇA do Zeca Baleiro, e que serviu também de um pouco de integração dos meus dois maiores amores “acadêmicos”: a FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e ciências Humanas) e a EEFE (Escola de Educação Física e Esporte), ambas da USP. Bom show, em ótima companhia. As certezas de minhas escolhas a cada dia são reafirmadas!!!

TELEGRAMA

Eu tava triste tristinho
mais sem graça que a top model magrela
na passarela eu tava só sozinho
mais solitário que um paulistano
que um canastrão na hora que cai o pano
tava mais bobo que banda de rock
que um palhaço do circo vostok

mas ontem eu recebi um telegrama
era você de aracaju ou do alabama
dizendo nego sinta-se feliz
porque no mundo tem alguém que diz
que muito te ama que tanto te ama
que muito (muito) te ama que tanto te ama

por isso hoje eu acordei
com uma vontade danada
de mandar flores ao delegado
de bater na porta do vizinho
e desejar bom dia
de beijar o português da padaria

oh mama oh mama oh mama
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu papa

Eu tava triste tristinho
mais sem graça que a top model magrela
na passarela eu tava só sozinho
mais solitário que um paulistano
que um vilão de filme mexicano
tava mais bobo que banda de rock
que um palhaço do circo vostok

mas ontem eu recebi um telegrama
era você de aracaju ou do alabama
dizendo nego sinta-se feliz
porque no mundo tem alguém que diz
que muito te ama que tanto te ama
que muito (muito) te ama que tanto te ama

por isso hoje eu acordei
com uma vontade danada
de mandar flores ao delegado
de bater na porta do vizinho
e desejar bom dia
de beijar o português da padaria

oh mama oh mama oh mama
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu papa

(mê dê a mão vamos sair pra ver o sol...)

BANDEIRA

Eu não quero ver você cuspindo ódio
Eu não quero ver você fumando ópio pra sarar a dor
Eu não quero ver você chorar veneno
Não quero beber o teu café pequeno
Eu não quero isso, seja lá o que isso for
Eu não quero aquele, eu não quero aquilo,
Peixe na boca do crocodilo
Braço na Vênus de Milo acenando tchau.

Não quero medir a altura do tombo
Nem passar agosto esperando setembro
Se bem me lembro
O melhor futuro, este hoje escuro
O maior desejo da boca é o beijo
Eu não quero ter o Tejo me escorrendo das mãos
Quero a Guanabara, quero o rio Nilo,
Quero tudo ter estrela, flor, estilo
Tua língua em meu mamilo, água e sal

Nada tenho, vez em quando tudo
Tudo quero mais ou menos quando
Vida, vida noves fora zero
Quero viver, quero ouvir, quero ver

(se é assim, quero sim... acho que vim pra te ver)

Viver, e não ter a vergonha de ser feliz...

Este sábado à tarde me rendeu momentos de uma felicidade sem tamanho!!! Trabalhar com aquilo que você gosta é muito legal, e quando você vê frutos do seu trabalho rendendo, é muito bacana!
Estou a mais ou menos um mês trabalhando como treinador de goleiras de handebol (como, handebol?) do time da minha antiga faculdade. Um convite feito numa mesa de bar, que eu topei sem ter muita noção do desafio que estava encarando. Uma coisa bacana, completamente maluca, mas que é uma boa variada, e que está me ensinando muita coisa. E ontem foi a nossa estréia como equipe (eu e minhas duas atletas).
Legal a dedicação e superação das meninas, que, nas palavras do próprio time, melhoraram muito. Mérito delas, claro. Um dedinho deste que voz fala, mas se não fosse elas, nada teria sido verdadeiramente alcançado.
Na hora do jogo, claro, a adrenalina vai lá em cima, e eu penso apenas no desempenho delas como atletas. Daí, imaginem a cobrança durante o jogo. Cada ataque do time adversário, eu apenas observava o desempenho das meninas. E vibrava a cada defesa, lembrando cada momento do treino, cada dificuldade trabalhada, cada meta alcançada. E ver a cara de felicidade delas em cada defesa feita, é uma coisa que não há dinheiro que pague!!! Bom, mas cada gol tomado, uma cobrança, uma correção, e daí vem a lembrança que há sim dinheiro que pague, pois é o meu trabalho. Um bom trabalho, sim. Pois me faz feliz, e está fazendo as meninas felizes!!!

(registro: Parabéns meninas! Haverá mais chicletes como prêmio a cada desempenho tão bom quanto o de ontem...)

A vida é doce

Sábado, por volta do meio-dia. Lotérica da Av. Vital Brasil, Zona Oeste de São Paulo:

Eu (entregando meu bilhete único à caixa da lotérica)
- Bom dia, eu gostaria...
Caixa (pegando meu bilhete único)
- Você quer!
Eu (não entendendo muito bem)
- É... Eu... Quero (?)
Caixa (rindo)
- Você quer! É, você quer!
Eu (não entendendo mais ainda, mas entrando na brincadeira)
- Ah, eu quero... Nem sei o que é, mas se você ta falando, eu quero...
Caixa (apontando para o lado)
- Você quer, mas ela não quer... Desde as dez da manhã ela não quer!!!
Eu (olhando para o lado, e vendo a caixa do lado, com um olhar meio distante)
- Nossa, ela não quer por quê? Eu quero!!!
Caixa
- Você quer mas ela não quer. O que a gente faz?
Eu
- É... Quando um não quer, dois não brigam...
Caixa
- É, você quer, mas ela não quer... Não tem jeito...
Eu
- Como assim?!
Caixa
- Ela não quer... Desde as dez da manhã estamos sem sistema, e não tem como carregar seu bilhete. A SPTrans não quer...
Eu (pasmo, rindo)
- É isso?! Boa, se ela não quer...
(risos dos dois)

Bom descobrir que existem pessoas com bom humor neste mundo...

Babylon

Sexta-feira. Um dia de trabalho, muito trabalho. Ou não, depende dos alunos, depende de um passeio, depende do teu espírito... Bom, pra mim, foi um dia que foi passando, calmo tranqüilo, esperando apenas o fim do trabalho para começar o “meu” dia. Eis que o trabalho termina, e lá vamos nós rumo a USP.
Engraçado como as coisas são, pois meu “planejamento” para o fim de sexta era uma coisa tranqüila, um jantar calmo, uma boa conversa... Mas não é que a coisa ficou maluca!!! O errado deu certo, pois minha companhia não pode me acompanhar (???), e isso fez os planos mudarem radicalmente, para uma festa da turma da sala... Fim da tranqüilidade.
Violão, cantoria, muito, mas muito álcool... A vida universitária é uma coisa louca!!! Estudantes + Álcool = Histórias. Algumas boas, outras não tão boas...
Sexta-feira, um dia que foi longo, e que se tornou uma loucura a partir de uma idéia fixa: ele não poderia terminar sem uma grande maluquice. A via sacra em busca de diversão e coisas absurdas a se fazer foi boa. Cara, mas foi boa. Táxis, ruas de São Paulo, cervejas, “casas noturnas”, vizinhas... Poucas coisas são lembradas dessa noite, mas uma palavra é a senha para este dia: Babilônia!!!

(Nem eu entendi direito tudo o que eu escrevi, mas tudo bem... Fazia tanto tempo que eu não escrevia que eu perdi um pouco do feeling... Mas essa sexta precisava de um registro)

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Pra começar a semana

SE NÃO AVISAR O BICHO PEGA

O sangue bom falou pra falar pra você
Se der mole pros home, amizade, o bicho pega
O sangue bom falou pra falar pra voce, amizade amizade, o bicho pega!

O malandro ganhou monareta, uma caixa de fogos e um carretel de linha
Também uma pipa, também uma pipa
que ele botou no alto pra avisar a massa que os cana já vinha
e a moçada que não dá mancada sentiu o aviso e não vacilou
pois toda favela tem sua passagem e sem caguetagem jamais alguém dançou
jamais alguém dançou...vai ter!

Vai ter pipa, foguete e morteiro
Vai ter pipa, foguete e morteiro

Pois lá na favela o olheiro é maneiro, esperto, chinfreiro e não fica às cegas
Até mulher de bandido na hora da dura segura a peteca e nega,
segura a peteca e nega

E é por isso que o seu compromisso é não ficar omisso e prestar atenção
Pois se der mole pro bagulho vai entrar no rodo e não tem perdão
E é por isso que o seu compromisso é não ficar omisso e prestar atenção
Pois se der mole pro bagulho vai entrar no rodo e não tem perdão...vai ter!

Vai ter pipa, foguete e morteiro
Vai ter pipa, foguete e morteiro

Daqui por diante - pensando umas coisas...

Ah, esse vício da internet... Sempre fui um cara meio avesso a internet, nunca tive muita paciência pra navegar no mundo virtual. Até pelo fato de ser uma coisa extremamente avessa a realidade, e que sempre ví como um afastamento das pessoas...
Mas não é que agora estou viciado em navegar na internet?! E a razão que tenho é justamente o contrário do que eu achava: hoje em dia, a internet tem me aproximado muito das pessoas!!! Muita gente, que havia se distanciado, ou que eu nunca imaginaria que estivessem "próximas", agora estão a algumas teclas de distância... Muito melhor do que ficar na frente da tv, vendo novela, ou aqueles jogos "soníferos" de futebol de agora!!!
Bom aprender com o tempo, e rever conceitos. Alguns me perguntaram: um blog?! Você?! Eis que respondo: Sim, um blog! Eu também posso! Por que não aprender com as coisas que estão nos cercando no dia-a-dia?! Até que eu tô me divertindo com essa história de blog. Escrever sobre as coisas que acontecem no meu dia-a-dia, sobre coisas que penso, sobre as novidades... E estou cada vez mais tempo na frente do computador. Principalmente no msn, pois é com ele que posso me aproximar das pessoas, marcar coisas extremamente insolitas para meu futuro...
Posso dizer que conversas muito boas estão acontecendo por meio virtual. Conversas melhores que muitas que tenho na vida "real", ou de assuntos passados. E até tenho feito coisas bem interessantes, por meio da internet... E muitas coisas malucas irão acontecer, podem ter certeza!!! O mundo não será mais o mesmo...

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Músicas calmas para pessoas nervosas

Antecipando um pouco a trilha sonora do final de semana, que será meio puxado no começo dela, mas completamente malemolente ao fim... Bom, aqui vai a lista que vai inundar meu final de semana:

Pain lies on the riverside - Live
Lakini's Juice - Live
The Dolphins Cry - Live
Freak - Silverchair
Why Go - Pearl Jam
Porch - Pearl Jam
Faithful - Pearl Jam
Rearviewmirror - Pearl Jam
Pra ficar comigo - Ira!
Balada Triste - Ira!
O homem é esperto mas a morte é mais - Ira!
Nas ruas - Ira!
Mandrake e os Cubanos - Skank
Iron Man - Black Sabbath
Number of the beast - Iron Maiden
Type - Living Colour
Abre essas pernas - Velhas Virgens
Terceiro - Ultraje a rigor
Zoraide - Ultraje a rigor
Hino dos cafajestes - Ultraje a rigor

E mais um montão de coisa bacana, que merecia postar também, mas que se eu ficar aqui postando, não dá pra curtir nem um pouco...

Além do que se vê

Ah, sexta-feira... Que dia maravilhoso!!! Ainda mais quando não se trabalha!!!
Depois da tensão pré-prova de anatomia, precisava mesmo de um pouco de sossego... Tanto é que as notícias sobre crise financeira, violência urbana, e coisa e tals não me afetaram nem um pouco... Só me preocupa a maldita alta do dólar, que vai me fazer ter problemas se ficar nesse lenga-lenga até o meio do ano que vem...
A vadiagem malemolente é sempre bem-vinda em nosso dia-a-dia, e a eleição me proporcionou mais uma sexta tranqüila, com um seminário sobre educação pra "matar" o dia letivo... Matar mesmo, porque se for levar a sério o que está sendo colocado, eu fico biruta!!!
É engraçado ver como pessoas despreparadas vão falar sobre educação, sobre como atingir resultados, sem ao menos conseguir se comunicar decentemente. E outra, é cômico você ser "jogado" no meio de um monte de propostas visionárias sobre o ensino, porém de uma forma obrigatória (se não for no seminário, perde o dia!!!), assim como manda a tradição educativa (molecada, abre os cadernos, peguem as canetas, copiem e façam silêncio, seus sevandijas!!!) de nossos pais, tios...
Bom, pelo menos a diversão foi garantida. E pude ver que não, eu não sou tão ruim assim... Estou fazendo um esforço danado pra ser ruim, mas ainda existe uma luz no fim do túnel (não o buraco da Marta, por favor)! Mesmo que ela tenha sido desligada temporáriamente para manutenções...

post script:

1. O título do post é uma homenagem ao Brunão, declarado leitor (solitário) de meu blog...
2. A partir de novembro, teremos algumas novidades aqui, e alguns preparativos também... Ah, mundo, você não será mais o mesmo!!!

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Anatomia, uma odisséia nas biológicas...

Origem, inserção, ação!!!
Identifica aqui, puxa ali, pensa um pouco... Ah, sim, músculo flexor ulnar do carpo!!!
Essa vida de estudante as vezes é cansativa... E decorar esse monte de músculos, ligamentos, ossos, tubérculos, tuber's, espinhas... Cacete!!!
Ah, e não pode esquecer da luva, tênis, avental, caneta, anotações... Vamos lá: extensão, flexão, abdução, adução... Poxa, era mais fácil quando era só pensar sobre acontecimentos do homem através dos tempos... A longa duração, a história dos vencidos... Agora, é palmar longo, ligamento colateral fibular, espinha ilíaca antero-superior... Meu Deus!!!
O melhor (pior) é que eu repeti isso por dois dias seguidos um milhão de vezes!!! E só falta eu esquecer tudo na hora h (22/10, as 8:00)... Dai é estudar tudo de novo pra rec...
Origem, inserção, ação... Não, de novo não...

O que passou?

Engraçado como eu me deparo com essa música em uns momentos interessantes da minha vida... Agostinho dos Santos, regravada pelo Ira!:

BALADA TRISTE

Balada triste
Que me faz
Lembrar alguém
Alguém que existe
E que outrora
Foi meu bem

Balada triste
Melodia do meu drama
Esse alguém já não me ama
Esqueceu você também

Não há mais nada
Foi um sonho
Que passou

Triste balada
Só você me acompanhou

Fica comigo
Velha amiga, companheira
Quero cantar-te a vida inteira
Prá lembrar o que passou...

Tolices

Anteriormente, já falei sobre como a internet é um instrumento que pode funcionar tanto para o "bem" como para o "mal", de como acabamos ficando expostos virtualmente, ou de como expomos nossa vida para uma quantidade violenta de pessoas, sem selecionar quem vai "participar" do seu dia-a-dia. Um blog é um diário eletrônico, no qual você seleciona coisas que lhe interessam sobre sua "história" e posta.
Revendo alguns post's e vendo alguns comentários, percebi outra coisa: tudo aquilo que você escreve vai interferir na vida das pessoas, seja uma grande quantidade (se você for pop, escrever bem, tiver sempre bons assuntos, coisa e tal) ou uma pequena quantidade (você é um boçal, escreve mal pra cacete e só fala asneiras) de indivíduos com acesso e interesse ao veículo utilizado. As pessoas podem se sentir contentes e se identificar com aquilo que você escreve, ou podem se ofender. E isso não é "culpa" de ninguém, simplesmente acontece, pois o que é escrito pode ser um recado do interlocutor, ou o leitor pode ler de uma forma errônea, ou ainda não gostar pura e simplesmente do que está escrito.
O que fazer em casos "negativos" como esse? Pensei em algumas soluções simples, e outras com um pouco de mais elaboração intelectual... A mais simples seria simplesmente mandar a pessoa que não curte/leu errado ir catar coquinho (o termo mais antigo que o moderno "vai se foder"), porque é uma pessoa que não tem o que fazer e fica te enchendo o saco com coisas boçais... Porém é muito simples, e meu atual estágio intelecto-cultural não me permite algo tão simplório (prazeroso, porém pouco elaborado)... Daí chego a conclusão que a internet está ai pra isso mesmo: pra que as pessoas apareçam, discutam, tenham acesso a várias coisas (informação, cultura, etc, etc, etc.) e que simplesmente possam emitir sua opinião sobre tudo, até sobre você...
Certa vez, um sábio chinês emitiu a seguinte mensagem: "caros, caso vocês queiram cuidar da vida dos outros, comprem um gato: ele têm sete vidas!" Pois é, a internet hoje em dia possibilita que todos cuidem da vida de todos, e não das pobres vidas dos gatos... Dai me permito lembrar de um outro sábio, este mais "próximo" aos brasileiros, o sr. Vicente Matheus: "se estamos na chuva, é pra se queimar."
Bom, estamos ai, para o que der e vier, tentando aprender um pouco sobre tanta tecnologia, e, como diria o Ira!, Vivendo e não aprendendo (ou aprendendo um pouquinho, ou ainda provando e vendo o que acontece...), eis o homem, este sou eu...

domingo, 19 de outubro de 2008

Pra todas as siglas, aumentativos e diminutivos da minha vida

MEUS BONS AMIGOS

Meus bons amigos, onde estão
Notícias de todos quero saber
Cada um fez sua vida de forma diferente
Às vezes me pergunto: Malditos ou inocentes?
Nossos sonhos, realidades
Todas as vertigens, crueldades
Sobre nossos ombros aprendemos a carregar
Toda a vontade que faz vingar

No bem que fez prá mim
Assim, assim, me fez feliz, assim

O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo e imperfeito

Meus bons amigos, onde estão
Notícias de todos quero saber
Sobre nossos ombros aprendemos a carregar
Toda a vontade que faz vingar

No bem que fez prá mim
Assim, assim, me fez feliz, assim

O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo e imperfeito

O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo e imperfeito

Eu quero sempre mais - Agradecendo alguém especial

Sexta-feira, dia 17 de outubro, a noite, msn:

Bruno (Profº) entra no msn. Ester (ex-aluna 1) está online.

ex-aluna 1: Profº, amanhã, feira de Ciências no CBR. Você vai?

Profº: Que horas?

ex-aluna 1: As nove.

Profº: (pensando: cacete, minha manhã de sábado foi pro vinagre...) Claro!

Entram Fernanda (Profª) e Maíra (ex-aluna 2). Três conversas ao mesmo tempo. Desespero!!!

Profº: Ei, Fer, vamos amanhã na feira de Ciências do CBR? Nove da manhã!!!

Profª: OOOOOOOOOOOOiiiiii, cabeça!!! Vamo!!!

ex-aluna 2: Oi... Você vai na minha apresentação amanhã?

ex-aluna 1: Olha lá, hein pçor?!

Profº: (pensando: cacete! Quanta coisa pra responder e fazer... FODEU!!!) Como vai funcionar o esquema lá amnhã? É no Theatro Municipal?
(ao mesmo tempo): Fer, vamo ver a Maíra no Municipal? Você paga!!!
(ao mesmo tempo de novo): Fica sussa, Ester... Estarei lá...

Bom, assim estava definido meu sábado... Primeiro, ir ver meus queridos e saudosos ex-alunos (quantas saudades daquelas aulinhas malemolentes...). Logo depois, um treino de goleira de hand, seguido por uma reunião de um evento esportivo, mais um treino (mas esse eu treinei, e foi futebol) e, para finalizar, duas óperas no Theatro Municipal, acompanhado de uma parceirona que a muito tempo eu não via... Por que ficar parado em casa no final de semana, se podemos correr pra lá e pra cá, se divertindo, trabalhando, revendo amigos... Ah, e sempre na bota, né Fer...
Para destacar, a noite no Municipal... Primeira ópera, a gente nunca esquece... E vou te falar, o Theatro Municipal é do c... Muita coisa a ver (dentro e fora), muitas conversas ótimas, muita cultura... Foram as 3 horas mais bem aproveitadas dos últimos tempos!!!
Fer, valeu pela companhia!!! O Fábio fica contente de te rever... E ano que vem, estaremos em Buenos Aires dançando tango, pegando um frio desgraçado e vendo a neve cair (diferente da puta chuva de sábado).

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Músicas para o dia (de amanhã) nascer feliz!!!

POR QUE QUE A GENTE É ASSIM?

Mais uma dose?
É claro que eu estou a fim
A noite nunca tem fim
Por que que a gente é assim?

Agora fica comigo
E vê se não desgruda de mim
Vê se ao menos me engole
Mas não me mastiga assim

Canibais de nós mesmos
Antes que a terra nos coma
Cem gramas, sem dramas
Por que que a gente é assim?

Mais uma dose?
É claro que eu tô a fim
A noite nunca tem fim
Baby, por que a gente é assim?

Você tem exatamente
Três mil horas pra parar de me beijar
Hum, meu bem, você tem tudo
Pra me conquistar

Você tem exatamente
Um segundo pra aprender a me amar
Você tem a vida inteira
Pra me devorar
Pra me devorar!

Mais uma dose?
É claro que eu tô a fim
A noite nunca tem fim
Por que a gente é assim?


TODO AMOR QUE HOUVER NESSA VIDA

Eu quero a sorte de um amor tranqüilo
Com sabor de fruta mordida
Nós dois, na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia

E ser artista no nosso convívio
Pelo inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia...
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum veneno anti-monotonia...

E se eu achar a tua fonte escondida
Te alcanço em cheio
O mel e a ferida
E o corpo inteiro feito um furacão
Boca, nuca, mão e a tua mente, não
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria...

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia
E algum veneno anti-monotonia...

O poeta está vivo!!!

É, amigos... Essa semana passou como um raio!!! Excesso de trabalho, coisas a pensar e fazer... Como sobreviver no mundo virtual com tanta coisa pra fazer? Bom, melhor deixar de fazer algumas coisas da vida real... O virtual é mais divertido!!!
Essa semana não rolou aquela malemolência, aquela vadiagem... Não dá pra ser sempre, né? Alguma vez na vida temos que ser sérios!!! Trabalhar, estudar, trabalhar mais um pouco... Quem sabe até ser o orgulho da mamãe?! (putz, acabei de lembrar que não liguei pra ela essa semana... peraí que já volto)

Opa, então, como falávamos... Semaninha barra essa... Muita reflexão sobre minha nova ação como educador público... Como ensinar sem preconceitos? Como entender a realidade das "crianças"? Como não perder a paciência com a "molecada" e as molecagens? Como me adequar ao que acontece no dia-a-dia da escola? Como não cair no mar de marasmo e descrença pela qual a educação brasileira passa? Pode ter certeza que essas perguntas me corroeram a semana inteira, e que não tenho nem idéia de começar a respondê-las. E pior: penso nem em levá-las muito a sério, pois com a atual estrutura, fica difícil... Estarei contente em fazer meu trabalho da melhor forma possível, que já vai estar bom demais!!! Se 5% se salvar, estarei salvo também...
Só mesmo um pouco de música para tentar relaxar essa minha "nada mole vida"... Barão Vermelho (com ou sem Cazuza) é sempre uma boa pedida. Muita coisa boa, graças a esses programas de busca na internet... Ah, velharias, estou chegando!!! Mais uma dose, é claro que eu tô a fim... Living Colour, lembram? Sim, achei!!! Camisa de Vênus?! Ah, tocando no último volume!!! E podem lembrar dos anos 70, 80... Tá tudo vindo na velocidade da luz (pra falar a verdade, na velocidade da net, que funciona também só quando quer...)!!!
E apesar de tanta coisa, ainda consigo algumas recompensas. Dar treino de hand (é, isso mesmo, treino específico de goleira de hand) é muito bacana. É demais ver a evolução e a confiança das atletas!!! Écomeçar a interagir de verdade com meus companheiros de trabalho, apesar das grandes diferenças. Bom demais adquirir conhecimentos (in)úteis na faculdade, e estar com pessoas diferentes (eita molecada) do ambiente estressante do trabalho. E, por fim, saber que existem, em algum lugar do universo, alunos que gostam de você, e que sentem sua falta...
Mas um final de semana começando, mais atividades esportivas e/ou lúdicas, mais amigos (do peito) a rever, mais possibilidades se abrindo... Ah, sexta-feira a tarde/noite é o melhor período da semana... Tchau pra vocês!!!

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Vadiagem Malemolente

Por que não copiar o que é bom?! Pois é, sexta-feira é o dia da Vadiagem Malemolente no Jacaré Banguela, um dos melhores (ao menos na minha opinião) blog's que existem na grande rede. E o que seria a Vadiagem Malemolente? É aquele migué que você dá no trabalho, na faculdade (escola), em qualquer coisa... O MUSEU DO FUTEBOL, no Pacaembú é fantástico e perfeito para um dia em que a vadiagem impera solta...

A preparação para uma "vadiagem" como essa foi na frente do pc, claro... Ah, baixar músicas da internet está virando um vício delicioso!!! Achar coisas do fundo do baú me faz sentir feliz demais!!! Assim que estava tudo pronto, rumamos eu e menino Harry para o museu, sabedores de que o dia seria uma várzea total...




Chegando no Pacaembú, foi impossível não recordar o dia 02/12/2005!!! Dia perfeito, show perfeito (Pearl Jam), companhia perfeita!!! Pois é, quem disse que a história não poderia se repetir?! Claro, em um nível diferente, mas muito bom tal qual a data mais fantástica do mundo!!!


Lembranças individuais a parte, era hora de ver algumas coisas que fazem parte da lembrança coletiva do brasileiro... E vou te falar: este museu é algo de fantástico!!! Maravilhoso a forma como foi pensado, perfeito como foi construído!!! Imagina você estar embaixo da arquibancada de um estádio com a história que tem o Pacaembú, ouvindo diversas torcidas gritando, explodindo com um gol de seu time, ou emitindo aquele "uuuuuuuuhhhhhhh", de um quase-gol?!

Lógico que fomos premiados, eu e o rei do 1% em terras brasileiras, sr. Guilherme "Harry" Carinhato (lei do 1% - se uma coisa tem 99% de chance de dar certo, claro que vai acontecer o 1% de chance de dar errado) com a exposição do Pelé!!! Foi como ver o DVD do Rei ao vivo e a cores!!!

Mas era só a primeira parte... O museu tem muita coisa, bem elaborado na parte histórica, na parte emocional (pra quem entende de esporte, claro), perfeitamente pensado em questão de ser não só um "depósito" de coisas velhas, mas um museu em que as pessoas podem interagir com o acervo. Um espaço em que o passado conseguiu se adaptar a modernidade. Fantástico!!!


Pena que 2:30 min não foram o bastante para passear dando a devida atenção a tudo que tinha no Museu, que merece ser visitado com um bom tempo a ser "perdido" (será?), pois foi uma idéia fantástica, que demorou até para ser realizada!!! Fica aqui os parabéns às pessoas que idealizaram e realizaram tudo o que têm (desde a entrada, passando pela parte histórica, o rito de passagem, as copas, as curiosidades, a lojinha da Roxos e Doentes, e até o Barzinho Brahma na saída...).

Mas uma sexta-feira de vadiagem não seria completa sem uma mais coisas a fazer... Daí veio a idéia: por que não levar o jovem mancebo de Jaú para conhecer um dos melhores bares temáticos sobre futebol de São Paulo?! Ah, Saõ Cristóvão, nunca mais você será o mesmo!!! Com chopp's doble na sexta até as 20:00, fica ainda mais irresistível!!! e foram inevitáveis os (vários) brindes ao futebol e as nossas mulheres, que não morram viúvas (mesmo que nós não as tenhamos ainda)...

Para encerrar a noite, claro que a alimentação tinha de ser a melhor possível!!! E por que não fechar um dia tão maravilhoso degustando um maravilhoso pacote de bisnaguinhas (Seven Boys, a mais barata!!!), com rocambole de sobremesa?! Depois disso, só Deus poderia nos ajudar!!! Bom, uma mensagem dos céus ele nos enviou...

Pois é, amigos... Como é bom vadiar!!! Mas deve ser com a devida malemolência brasileira, pois como já dizia o jornal:


CHUPA MUNDO!!!

Post Script:

1. Vocês já viram um bar-dentista, que toca gafieira, samba, forró, e que é um espaço "para toda a moçada se divertir?" Pois é, eu tive o "prazer" de conhecer, e recomendo (hahahahaha) a todos... Fica perto do HC, e é na Associação dos Servidores do H.C. Naõ deixem que a placa informando que é um consultório dentário os desencoragem;

2. São Paulo nos proporciona imagens inusitadas (ou seriam incomuns?)... Não poderia deixar este senhor passar impune!!!


3. Andar do Pacaembú até a Av. Vital Brasil, no Butantã, é uma experiência fantástica, que deve ser repetida algumas vezes... Mas só com a companhia de uma cerveja...

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Pegadinha do Mallandro

Fala rapaziada!!!
Pois é, voltei mais do que depressa, pois meu cérebro está fervendo, assim como as bolsas de todo o mundo!!! Rapá, num é que o acelerador de partículas vai fazer o mundo acabar mesmo?! Mesmo que seja o mundo da especulação, mas... Já é um avanço!!!
Mas meu objetivo aqui é outro... Passadas as eleições, muito se falou sobre como escolhemos nossos candidatos, sobre como somos um povo "descidadanizados" (vixe, que palavra é essa?) na hora de elegermos nossos representantes. Mas alguém já parou pra pensar sobre como somos educados para a realização de qualquer pleito em nosso país?
Este ano foi exemplar na questão de orientação para a eleição por parte dos tribunais eleitorais, com propagandas inteligentíssimas veículadas na TV, com ótimas analogias de como uma escolha ruim pode influenciar nossa vida em quatro anos. Mas sabemos realmente quais os deveres de nossos distintos representantes? E os nossos enquanto povo soberano?! Sabemos realmente o significado da palavra democracia? Todos nós enquanto sociedade temos real consciência de como participar ativamente da democracia brasileira?
Vamos pensar um pouco na educação de nosso país, e daí podemos ter uma breve noção de como temos grandes problemas na forma como a democracia é encaminhada no Brasil... De dois em dois anos pensamos em eleições, mas não prestamos bem atenção no que estamos fazendo, e somos ótimos em jogar a culpa nos outros: nos políticos, que são corruptos; no povo, que não sabe votar; em nossos governantes, que não sabem conduzir nosso país... É, uma terra que têm um monte de ladrões, de pessoas que sempre dão o jeitinho... E olhamos para nós mesmos?! Sempre esquecemos de olhar no espelho e ver o quanto sonhamos com um mundo ideal, distante de nossa realidade, e cobramos coisas bizarras dos outros sem ver os erros em nós mesmos...
Se pararmos para pensar, é bem possível de vermos como a mídia nos corrompe para que vejamos o que eles querem, e não conseguimos analisar corretamente o que está acontecendo ao nosso redor. Pára tudo!!! Enquanto não definirmos de fato o que queremos, vamos ser obrigados a conviver com Netinhos, Serginhos, Lacraias, Pastores, Doutores, Zés da esquina arrumando uma "boquinha" em câmaras municipais, estaduais e federais, pelo simples fato que a eleição no Brasil virou uma grande brincadeira de mau gosto... Como cobrar pessoas sem tanto acesso a informações e que sempre tiveram problemas com educação, que saibam as propostas dos candidatos, que consigam escolher decentemente seus representantes? Será que estas pessoas que acabam sendo caçoadas em reportagens (palhaçadas) da mídia televisiva, escrita e virtual realmente serão representadas pelos seus "candidatos"? É muito fácil culpar os outros, mas nós, que temos o acesso, e podemos difundir as informações, fazemos alguma coisa para mudar essa situação?
Pois é... Olhe bem no espelho e veja se a imagem refletida é de uma pessoa de consciência limpa ou está de boné virado fazendo glu-glu...

domingo, 5 de outubro de 2008

Mandrake

"Será que você gostou deste terno que eu comprei?!"

Nossa, nunca foi tão difícil começar uma postagem como agora... Tão difícil que tive que fazer essa introdução "MANDRAKE"!!! (hehehehe) Mandrake mesmo, pois este é o assunto deste post...
Meu final de semana foi completamente mandrake!!! Um sábado de manhã em que eu fiquei horas na internet, atualizando coisas (os post anteriores e o layout "arrumado" do blog são minhas "testemunhas"), conversando um pouco... E que seguiu com um treino de futebol que foi mais um reencontro com velhos amigos do que outra coisa qualquer. Ser um amigo mandrake estava me dando problemas de consciência, então... CÁ ESTOU EU!!! Ao menos o meu treino não foi mandrake, como podem atestar minhas dores musculares até agora...
E a minha ida pra casa da minha mãe, que foi sendo adiada por um boteco aqui, um jogo de futsal ali, mais um boteco acolá, e um cansaço daqueles... E, pra completar, uma chuva daquelas!!! E mais uma visita mandrake, só pra variar um pouco...

Ah, sim, hoje foi dia de eleição para prefeituras e câmaras de vereadores em todo o Brasil... Quer coisa mais mandrake no Brasil que eleições?! Todo mundo sabe quem vai ganhar, os candidatos ao legislativos são 90% ridículos (por diversos motivos, seja por serem completos imbecis, ou despreparados, ou ainda por serem grandes gatunos), a boca de urna rola solta... Ultimamente, eleições só tem servido pra que eu visite minha mãe e veja antigos amigos, os quais eu fico pelo menos uns 2 anos sem ver... Bom, também serve para um momento "nostalgia" com meu antigo colégio...

Falando em coisas mandrakes, este final de semana eu fiquei viciado em um vídeo do Skank, de uma música muito engraçada chamada Mandrake e os cubanos (entendeu agora?):

http://www.youtube.com/watch?v=PJFhbi8Qfrw

Vi e ouvi um milhão de vezes este vídeo, e daí fui lembrando de uma música de outro artísta, a partir de ouvir, ao fundo, a guitarra da música do Skank... Sabe quando o som lhe é famíliar? Daí fui procurar na internet, pra matar a pulga que estava atrás da minha orelha. E olha só o que eu achei:

http://www.youtube.com/watch?v=DO6w9T1YzgE

Quem disse que na vida musical não existem os mandrakes também?! Uma bela "mandrakagem", diga-se de passagem... Até a idéia de um clipe "humorado" virou uma "mágica" com nossos mineirinhos!

Isso me faz pensar em como somos mandrakes em nossa vida, seja com os outros, seja com nós mesmos... O tempo todo estamos tentando enganar e nos enganar, nos mostrando anônimos em um mundo que nos conhece e nos reconhece... É, amigos, a vida real está ai, e nada que esteja aqui no mundo virtual vai substituir tudo que temos que enfrentar no nosso dia-a-dia, sejam fantasmas ou pessoas/coisas reais...

Pois bem, mais uma semana começando, mais um monte de coisas a fazer, mais uma prova na faculdade (Crescimento e Desenvolvimento... Ao menos é legal, não é mandrake)... Ao menos vou encontrar uma parte da minha turma da 1ª faculdade nessa semana... Tomar umas, dar umas risadas e ter uma noite mandrake... Deixa eu curtir as últimas horas de "sossego"... Até semana, caros mandrakes!!!

sábado, 4 de outubro de 2008

Caminhando e cantando? É assim que te querem!!!


Pois é, amigos, amanhã é o dia!!! Dia de vermos até que ponto pessoas são capazes de vender a alma ao DIABO por conta de um cargo público!!! De como nós, pobres e OBRIGADOS eleitores somos feitos de imbecis, de cordeirinhos em um pasto cheio de lobos ávidos por nossos dedos nas teclas eleitorais!!!

Alguém teve a feliz oportunidade de ver o horário eleitoral?! Um candidato mais bizzarro que o outro!!! Só levando na brincadeira pra encarar este circo de gente estranha e cretina que em alguns segundos invade nossas casas despejando um caminhão de escrotisses, falando que vai fazer isso ou aquilo, que sempre foi FIEL, que esteve sempre LUTANDO pela educação, e coisa e tal...

Agora me falem: é possível levar a sério?! É possível acreditar que esse país vai pra frente, com estes "condutores"? Se Martaxa, Kassabinho e Cara de Xuxu são tudo farinha do mesmo saco?! Eu, como professor da rede municipal, vou sentar e aguardar... Não consigo ser hipócrita ao ponto de achar que vou conseguir algo, se toda a estrutura montada está feita para não funcionar... Posso fazer a diferença para um ou outro aluno, fazer o meu trabalho de lecionar bem feito, mas a diferença mesmo... Pelo que eu tenho visto, a maioria esmagadora não quer, e não vai mexer um dedo para nada...

Eu?! Bom, eu vou continuar sendo eu, com minhas dívidas, com meu aluguel pra pagar, com meus amigos, meus sonhos, e tentando fazer o meu trabalho da melhor forma possível... Assim, eu consigo ser diferente... Caminhando e cantando? Não, a mídia já engoliu tudo isso, e transformou em marca de uma "juventude" já envelhecida... O sistema já abarca esse tipo de "revolta"... Um outro mundo é possível sim, mas ele passa por outros problemas a serem gerados, e outras soluções a serem pensadas... E creio eu não ser ainda capaz de proporcionar nem um dos dois em minha "ação pedagógica"... Já diria, com muita propriedade Marcelo Camelo, dos Los Hermanos: "... é preciso força, pra sonhar e perceber, que A ESTRADA VAI ALÉM DO QUE SE VÊ..." Temos essa força?

Um pouco de mim...

O VENCEDOR

Olha lá quem vem do lado oposto
e vem sem gosto de viver
Olha lá que os bravos são escravos
sãos e salvos de sofrer
Olha lá quem acha que perder
é ser menor na vida
Olha lá quem sempre quer vitória
e perde a glória de chorar

Eu que já não quero mais ser um vencedor,
levo a vida devagar pra não faltar amor

Olha você e diz que não
vive a esconder o coração

Não faz isso, amigo
Já se sabe que você
só procura abrigo,
mas não deixa ninguém ver
Por que será ?

Eu que nunca fui assim
muito de ganhar,
junto às mãos ao meu redor
Faço o melhor que sou capaz
só pra viver em paz.

VEJA BEM, MEU BEM

Veja bem, meu bem
Sinto te informar que arranjei alguém
pra me confortar.
Este alguém está quando você sai
E eu só posso crer, pois sem ter você
nestes braços tais.

Veja bem, amor.
Onde está você?
Somos no papel, mas não no viver.
Viajar sem mim, me deixar assim.
Tive que arranjar alguém pra passar os dias ruins.

Enquanto isso, navegando vou sem paz.
Sem ter um porto, quase morto, sem um cais.

E eu nunca vou te esquecer amor,
Mas a solidão deixa o coração neste leva e traz.

Veja bem além destes fatos vis.
Saiba, traições são bem mais sutis.
Se eu te troquei não foi por maldade.
Amor, veja bem, arranjei alguém
chamado saudade.

Eu que já não quero mais, ser um vencedor...


Mais uma semana se passou, muita coisa acontecendo, e pouco tempo para atualizar aqui... Bom, tempo até teve, faltou um pouco de vontade mesmo... A preguiça me pegou de jeito... Ah, esse ritmo de trabalho vai me matar!!!

Mas a semana foi indo, acontecendo, e o que parecia caos nos dois primeiros dias, foi se tornando uma semana bacana no decorrer. A faculdade dá uma renovada, os amigos dão uma energia boa, e uma "vadiagem malemolente" é sempre bem vinda: uma sinuca, um futebol, um dia de trabalho abonado...


Bom ver meus antigos alunos também... Ver que eles não esqueceram de mim, que alguns gostam de verdade de mim, e que sou bem-vindo no colégio que dava aula... Isso é muito bom!!!


Mesmo não querendo, ainda sou um vencedor!!!

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Me chamo vento...


... Passeando pela cidade destruída!!!
Bombas foram lançadas, e tudo reduzido a pó...
As vezes, me sinto assim ao andar na cidade onde moro (só para lembrar, São Paulo)... Uma das maiores cidades do mundo, uma das mais habitadas e com os maiores problemas também...
Me pego pensando nas pessoas que habitam esta cidade, a forma como elas (nós) a tratamos diáriamente... Não a toa a cidade dá o seu recado, com níveis absurdos de poluição (do ar, dos rios, do chão), as pessoas cada vez mais se afastam, andamos cada vez mais estressados!!!
Nosso dia-a-dia nessa cidade vai ficando cada vez mais difícil, mais complicado termos uma convivência decente com as pessoas ao nosso redor! E a sensação que tenho e que as pessoas ao nosso redor são pessoas cada vez mais desconhecidas, mais distantes... E que as diferenças entre o que as pessoas vivem, mesmo estando próximas uma das outras, é cada vez maior!
Afirmando isso, eu não estou dizendo apenas das diferenças sociais que tanto já se fala por ai. São muitas diferenças, tornando São Paulo um mosaico de realidades completamente diferentes, e que fazem um cara como eu, professor de História, ficar meio maluco... Como passar informações a pessoas das quais eu não tenho tanta noção de suas realidades? Das quais eu até nem faço questão de saber? Que informações eu passo a essas pessoas? Qual o interesse delas naquilo que eu tenho a dizer? Qual a importância do que eu ensino para a vida e a realidade delas?
É, viver é fúria e folia rumo ao mágico... E que esse mágico, além das traquinagens habituais, traga na manga algumas respostas mágicas para as perguntas feitas anteriormente, pois as coisas seguem bem complicadas na minha mente (nossa, isso me faz lembrar de uma música do IRA!, chamada na minha mente, um rock nacional bem puxado, com uns riff's do Scandurra que valem muito a pena lembrar de como um dia no Brasil fez-se rock de boa qualidade...)
Mais uma semana começando, e mais desafios, perguntas, desabafos, observações... Vamos lá!!!

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Duas faces

NÃO É FÁCIL - Marisa Monte

Não é fácil, não pensar em você
Não é fácil, é estranho
Não te contar meus planos, não te encontrar
Todo dia de manhã enquanto eu tomo o meu café amargo
É, ainda boto fé de um dia te ter ao meu lado
Na verdade, eu preciso aprender
Não é fácil, não é fácil

Onde você anda, onde está você?
Toda a vez que eu saio me preparo para talvez te ver
Na verdade eu preciso esquecer
Não é fácil, não é fácil

Todo dia de manhã enquanto eu tomo o meu café amargo
É, ainda boto fé de um dia te ter ao meu lado
O que eu faço? O que eu posso fazer?
Não é fácil, não é fácil

Se você quisesse ia ser tão legal
Acho que eu seria mais feliz do que qualquer mortal
Na verdade não consigo esquecer
Não é fácil, é estranho

O AMOR - Pablo Neruda

Amo o amor que se reparte
em beijos, leito e pão.

Amor que pode ser eterno
mas pode ser fugaz.

Amor que se quer liberar
para seguir amando.

Amor divinizado que vem vindo.
Amor divinizado que se vai.

Good save the king!!!


Dias complicados, estes... Está difícil se adequar a nova realidade, os novos alunos... Muita coisa a aprender, a fazer, a pensar, a resolver... E a vida rolando, ao mesmo tempo...

Engraçado, pois em algum momento da minha vida, lá atrás, ela parou por conta de um sonho: fazer a faculdade de Esporte!!! Sonho atingido, com muito esforço alcançado, mas que, ao ser concretizado, começou a gerar muitas dúvidas, algumas lacunas...

Creio que algumas opções que tive neste ano me fizeram ir refletindo, talvez mudando de idéia... E o fato de ser um professor de História, agora concursado, está me fazendo pensar demais sobre a continuidade ou não no curso... Será que é um curso que valerá a pena tanto esforço, deixar de fazer coisas e talvez, ganhar dinheiro? Bom, uma coisa é certa: agora não dá pra desistir!!! Poxa, foi tão complicado chegar aqui... Não vou virar as costas a tudo que fiz, pensei e deixei passar lá atrás!!! Mesmo que eu não siga o caminho esportivo, não dá pra não terminar, ou pelo menos tentar...

Certeza que não vou terminar minha vida como o professor de História que sou, onde estou... Vejo meus companheiros atuais de trabalho, e penso o quanto eles se acomodaram em toda a sua vida. Como deve ter sido difícil passar a vida inteira ouvindo um monte de asneiras, e ver aos poucos a educação brasileira entrando em um buraco sem fundo...

Alguns amigos, quando falei que iria assumir como professor da rede municipal de São Paulo, me disseram: "agora que você está lá, tente fazer alguma coisa pela educação..." Mas como, eu pergunto?! Toda a estrutura está arrebentada, as perspectivas dos alunos são quase zero, o ambiente não ajuda... E o pior, outros que poderiam fazer alguma coisa, os professores, estão mais interessatos no $$$ do fim do mês do que em fazer alguma coisa... Até eu, vendo essa situação, me preocupo com meu aluguél, minhas contas atrasadas, minha família...

Só a certeza, só a visão de que as coisas serão diferentes ano que vem me fazem ter ânimo... Em dois meses não dá pra fazer nada!!! Me arrebenta, mas ao mesmo tempo me deixa tranqüilo... A culpa não é minha... E quem sabe, quem entrar na prefeitura, não dê mais um aboninho, mas alguma coisinha... Que me faça ficar mais um pouco, que me motive, porque pela educação, pura e simplesmente, está difícil pra todo mundo... Pra quem "ensina" e pra quem "aprende".

domingo, 21 de setembro de 2008

Eu só acredito... VENDO!!!

Pois é, amigos... Fuçando coisas na internet, você vê coisas incríveis... Mas que precisam ser analisados com calma, como tudo que pesquisamos e recebemos de qualquer mídia. Vendo alguns vídeos de "desabafos" de jornalistas, me deparei com um vídeo do Cid Moreira, no qual falava-se que era um desabafo do apresentador, que estava brigado com o sr. Roberto Marinho, e coisa e tals, e na seqüência, o vídeo... Sem uma análise detalhada, dá até para acreditar... Mas, ao ver outros vídeos do mesmo tema, podemos perceber que, sem a edição feita no primeiro, trata-se de um direito de resposta do sr. Leonel Brizola...

http://www.youtube.com/watch?v=x02cBnIUa5g&feature=related
O "falso"...

http://www.youtube.com/watch?v=dVln407XqH4
O "verdadeiro"

Sabemos que tudo que é veiculado na mídia deve ser visto com reservas, que nossa "amada, idolatrada, salve , salve, Rede Globo", uma das 4 maiores redes de comunicação do mundo é um ninho de manipulação social, política e econômica, mas até quem luta "contra" também tem suas facetas "manipuladoras". Mas por que isso chamou tanto a minha atenção, a ponto de relatar aqui? Pois é, vendo vários blogs, vários vídeos na internet, fiquei me perguntando: como podemos dar conta de tanta informação que temos hoje em dia?! Como selecionamos as informações que são veiculadas como notícias realmente importantes ou "fúteis"?! O que é a verdade, e o que é pura manipulação?!
O ceto é que hoje temos acesso a muita, mas muita informação, e que, mesmo com o tempo razoável que temos com a internet em nossas vidas, ainda não aprendemos, ou ainda não damos conta de dominar esta ferramenta. E mais, ainda fazemos com que ela nos torne pessoas vazias, sem conteúdo realmente palpável... É tudo virtual, as informações, as relações, os sentimentos, a escrita... Muitas vezes, sabemos o que acontece com os gêmeos do Brad Pitt e da Angelina Jolie, mas não fazemos a mínima idéia do que acontece com nossos vizinhos, não temos idéia dos problemas que ocorrem na nossa família, ou não conseguimos demonstrar aquilo que queremos com aquelas pessoas que, infelizmente, não possuem acesso tão facilitado à internet, ou simplesmente não tem orkut, msn, ou coisas do tipo. A internet nos deixou mais rápidos, e com mais acessos a informação, mas o que vamos fazer com tudo isso?!
Tudo aquilo que ficou no nosso passado pode ser resgatado, aquele show que você queria ver, as imagens que vão ser utilizadas na sua aula... Muitos são os benefícios, mas quais são, de verdade, os malefícios da internet?! Quais as pessoas que dão conta de analisar um vídeo do youtube?! Saber descobrir a "verdade" dos fatos, e não ser "enganado" por uma edição bem feita?! Sinceramente, a velocidade da internet DEVE ser barrada pelo tempo necessário para reflexão de tudo que está sendo adquirido. Se não, voltemos para as novelas, e vendo o seu Sílvio, e esperando os números da Telesena de qualquer coisa, apenas esperando o despertador tocar para ir trabalhar no dia seguinte...

sábado, 20 de setembro de 2008

Mais uma dose, é claro que eu tô a fim...

Buenas!!!

Uma semana distante daqui... Porém não distante da telinha do pc... Um pouco de preguiça, um pouco de coisas a fazer mesmo... Bom, o fato é que faz uma semana que não postava nada, e algumas coisas precisam ser colocadas aqui.
Esta semana marcou o início do novo trabalho: professor de História da prefeitura de São Paulo. Gente, vai ser uma experiência bem complexa... Tenho que tentar me preparar melhor para esse experiência, pois não vai ser fácil... Posso dizer, com toda certeza, que vou sentir muita falta dos meus antigos alunos!!! Mas vamos lá, né... Novos desafios sempre são bem-vindos!!! Sem mais comentários...
Que semaninha "saudável" pra minha pessoa... Acidente de bicicleta, puta gripe, alimentação a pior do mundo (tipo faquir mesmo, manja). E uma prova de anatomia no meio disso tudo, fora o sono completamente disregulado. Bom, ao menos pude passar um tempinho a mais na frente do computador, vendo uns vídeos, descobrindo umas coisas novas pela internet (essa coisa de blog até que é bacana!), e "sumindo" da vista de todo mundo, mesmo estando presente (ah, o recurso "aparecer off-line" do msn é uma maravilha!)
As vezes, o bom de ficar meio doente (fodido pra caralho) é poder ficar sem fazer nada... Perde-se trabalho, tomam-se broncas, mas tudo isso é compensado pela satisfação de passar um tempão a tôa... Nossa, isso é muito bom... Principalmente em São Paulo fria desse jeito!!! Pena que não é acompanhado (até porquê, não seria mais "...ficar sem fazer nada...", mesmo doente). A única companhia mesmo é a internet, que consumiu meu dia moribundo e me "impediu" de ir visitar minha família... Mas amanhã estarei no extremo Zona Leste!!! É nóis, irmão!!!
Bom, como tenho muitos sites, blog's e vídeos para ver e atualizar no meu curriculum, vou indo nessa... Ah, um dos vídeos é o Loucademia de Polícia... Ops, terminou de baixar... FUI!!!

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

It's beautiful day...

Bem amigos... É, cá estou eu de volta, após uma viagem "relaxante" para o interior de São Paulo, a trabalho... Mas que trabalho!!! Inter Odonto, uma semana, muitas mulheres bonitas, jogos... Enfim, muita coisa para se fazer (e não fazer).
É esquizito ficar uma semana longe de São Paulo, mesmo estando eu de "férias". Vou começar na nova empreitada trabalhistica apenas amanhã, terça-feira, mas estar longe de sua cidade natal é estranho... Mesmo que eu já não sinta tanta falta, mesmo com coisas a fazer (trabalho bem tranqüilo, mas trabalho), chegar em São Paulo e reencontrar as coisas que ficaram paradas para mim, porém continuaram a todo vapor para todos, é uma sensação que incomoda um pouco. Arrumar a mala, organizar o quarto, reordenar a vida são tarefas que mexem um pouco com suas sensações.
A alguns anos atrás (de trabalhar em eventos, já são 4 anos, fora os outros 3 anos de viagens com a faculdade) era muito pior. Entrar no ritmo desta cidade maluca era muito mais complicado, e muitas vezes eu entrava em parafuso sobre meus objetivos. É, um feriado ou uma semana longe dessa loucura pode mudar suas sensações e sua forma de encarar as coisas. Hoje em dia é muito mais tranqüilo. Encarar a poluição, a obrigação do trabalho, da faculdade (obrigação de faculdade? hahahahaha), lembrar que você tem mãe, aguardar loucamente a chegada de e-mail's, o orkut com algumas mensagens, o msn... Nossa, preciso voltar para São Paulo mesmo?!
O melhor é chegar em São Paulo e ser recebido com o clima característico: frio e garoa! Sim, este é um lindo dia, pois estou de volta, em casa, com a minha cama quentinha, com meus amigos, com meu computador, com minhas músicas estourando os tímpanos, e minhas coisas a resolver!!!
Sejamos todos bem-vindos, e se é para recomeçar, que o botão de reset seja apertado!!! Não foi só um modo de fal...

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Weekend...


Uma semana!!!

É isso que falta para que eu comece efetivamente a dar aulas na prefeitura de São Paulo. Um desafio novo. O desafio de ter estabilidade na minha vida, de viver tranquilo, de abrir uma nova perspectiva. E de reavaliar algumas coisas, repensar alguns sonhos, readequar alguns objetivos... Pois é, que bom que a vida é dinâmica, que ela acontece a cada momento mudando aquela certeza que você tinha, aquela verdade absoluta que se torna uma "talvez verdade"...

O bom nisso tudo é conseguir ficar tranqülio nessa loucura que é minha vida para tomar decisões, sonhar com coisas que ainda não fiz... Pois é, agora o mundo ficará pequeno!!! Assim como São Paulo pode ficar na nossa mão por três horas (bendito Bilhete Único), o mundo estará em minhas mãos!!! Basta o dinheiro cair, e todas as rotas serão descobertas, navegarei por mares nunca dantes navegados...

Uma semana!!!

Como sempre, mais um evento esportivo... Dessa vez, o interodonto. Um bom evento, uma semana de "trabalho", em uma cidade do interior extremamente agradável (Lindóia)... Bom para anteceder o novo desafio, bom para encerrar as "férias", ótimo para ter o que fazer em uma semana sem aulas na faculdade. Pena que não são os "velhos" amigos de eventos, que me ensinaram, divertiram, compartilharam... Ah, velhos amigos... Que tocam o barco em outras coisas, e que me "deixaram" na função de tocar a "gerência" da empresa, e de "ensinar" os novos recrutas...

Vamos lá, mais uma semana, que vem e que passa, uma semana... 7 dias... Contagem regressiva?!